sábado, 19 de maio de 2018

Carotenose hepática em cão


A coloração acentuadamente amarela do fígado em geral resulta de metamorfose gordurosa ou esteatose. Todavia o fígado mostra uma peculiar coloração amarelo-esverdeada em casos em que armazena caroteno em excesso. Em tais casos, presume-se que o caroteno não é metabolizado devido alguma lesão tóxica das células hepáticas. O fígado com icterícia por obstrução tem um aspecto semelhante. A diferenciação entre carotenose e a ictericia pode-se fazer tomando fragmentos do fígado e colocando-os em mistura de água e éter. Após agitar bem nota-se que o éter, como é mais leve,  fica na porção superior com cor amarela se for caroteno; pelo conttrario, se houver icterícia, a água é que ficará corada pela bilirrubina. 

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Raquitismo em vários animais

É uma alteração metabólica óssea caracterizada por osteopenia onde há pouca mineralização da matriz orgânica óssea, mas a aposição óssea é normal, mas não ocorre a mineralização. A etiologia do raquitismo está relacionada com um desequilíbrio entre o produto cálcio e fósforo que tem de ser normais para ocorrer a mineralização. Pode ocorrer a deficiência de cálcio de origem primária nos alimentos e secundária por má absorção intestinal, deficiência de vitamina D, e presença de oxalatos em pastos. Pode ocorrer por deficiência de fosforo (HPO4) primária na dieta (alimentação) e secundaria por má absorção intestinal em doenças e presenças de fitatos. As lesões macroscópicas no raquitismo como observadas nas fotos dos bezerros, novilhas e suínos e cão são: epífise engrossada, sendo bem evidente na junção costo condral com apresentação do rosário raquítico. O engrossamento se deve ao acúmulo de substância osteoide. Como mostra a foto do osso a linha epifisária está irregular. O osso dobra com facilidade. Observa-se uma maior radioluscência e uma menor radiopacidade devido a osteopenia, ou seja, pouco osso está presente.




quarta-feira, 16 de maio de 2018

Fissura no fígado de um cão

O fígado pode sofrer rupturas, ora completas, ora incompletas, ora traumática ora espontâneas. Neste postamento mostra-se uma ruptura incompleta aqui denominada fissura onde observa-se na foto varias fissuras na capsula e no parênquima hepático. Este fígado é de um cão que foi atropelado