terça-feira, 20 de setembro de 2016

Enfarte fulminante em um cão chow-chow

Enfarte é uma área de necrose circunscrita consequente a obliteração súbita de um vaso sanguíneo que irriga uma região sem adequada circulação colateral. Os enfartes do coração nos cães são muito raros. Podem resultar de êmbolos ou de trombose nos ramos das artérias coronárias. Uma obstrução repentina do tronco principal de uma das artérias causa morte instantânea e nesta necropsia macroscopicamente observou-se o musculo cardíaco no epicárdio  como uma área pálida apresentando em uma forma de cone como mostra a foto ao lado, e no qual penetrava no miocárdio.


quinta-feira, 21 de julho de 2016

Tuberculose nos bovinos

É a mais importante nos animais domésticos. Causada quase que exclusivamente pelo bacilo do tipo bovino, mas pode ocorrer infecção com o tipo humano e aviário. As vias de infecção mais comuns dos bovinos são respiratória e alimentar. Como é aceito que a tuberculose bovina pode ser adquirida por inalação ou ingestão, é evidente que a localização do complexo primário depende da via de infecção. A maioria dos bovinos adquire a infecção após 6 meses a 1 ano de idade ou mais. Nestes, a chamada infecção dos adultos, a maioria das lesões ocorre nos linfonodos retrofaringeano, mediastínico e brônquicos. O aspecto da lesão tuberculosa nos bovinos é semelhante a de outros animais, mas apresenta certas particularidades, às vezes como extensas áreas de caseificação e mineralização, principalmente nos linfonodos e tendencia a se disseminar nas serosas, principalmente pleura, intestino e peritôneo. Nestas membranas e serosas os tubérculos de forma nodular, de vários tamanhos são disseminados na superfície dando a chamada "tuberculose perlada". 



terça-feira, 19 de julho de 2016

Colibacilose das aves

É uma enfermidade causada pela Escherichia coli a qual é considerada um invasor secundário, embora seja culpada por grandes mortalidades em planteis avicolas. Alguns autores sugerem que a E. coli causa bacteriemia quando a resistencia das aves está debilitada por agentes predisponentes como sede, temperaturas extremas e baixa vitalidade e devido a outras enfermidades como a doença cronica respiratória. Os sintomas geralmente aparecem em animais jovens e geralmente com região anal empastada. À necropsia 50% destas aves apresentam fígado aumentado de volume e com presença de focos necróticos como mostra as fotos deste postamento. A presença de pontos branco amarelados, ao nivel do fígado ou a presença de um exudato fibrino caseoso cobrindo a cápsula hepática também é indicativo de colibacilose associada a doença respiratória cronica.