quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Cistite hemorrágica

Em circunstâncias normais a bexiga é resistente à infecção e as bactérias se eliminam rapidamente pelo fluxo natural da urina normal. Sem dúvida a prédisposição à infecção aparece quando se produz estancamento da urina, ou o revestimento da bexiga se traumatiza. Em muitos casos atuam ambos mecanismo prédisponentes. Desta forma se deduz que as causas mais importante na prédisposição serão aquelas que motivam obstrução do fluxo urinário ou paralisia primária da bexiga. As causas diretas usuais são as bactérias que penetram atravéz da uretra, e ainda pode produzir a infecção descendente. A elevada incidência nas fêmeas pode estar associada à curta uretra que possuem. As cistites se diferenciam em formas agudas e crônicas e ainda podem ser catarral, fibrinosa, purulenta, e como mostra a fotografia as cistites hemorrágicas. Em casos mais graves de uma cistite os leucócitos podem infiltrar todas as camadas da parede , e as hemorragias dos vasos dilatados podem ter gravidade suficiente para produzir grandes coágulos na bexiga. Estas complicações hemorrágicas  são frequentes nas cistites após obstrução uretral, principalmente nos gatos e bovinos. As cistites se caracterizam por micção frequente, hematúria, disúria, e esforços inuteis para urinar.

Um comentário: