quinta-feira, 5 de maio de 2011

Enfarte agudo do miocárdio em bovinos.

Enfarte é a necrose que se segue a anoxia ou hipoxia, em órgãos com circulação de tipo terminal. Pode formar-se em qualquer órgão, porém é mais comum nos rins. baço, coração e cérebro. Macroscopicamente a maioria dos enfartes, particularmente este do coração ao lado tem forma de cone com o ápice no ponto da embolia ou da trombose e com a base na superfície do órgão. Esta abertura do coração mostra então a forma de cunha ou leque. Em fase recente a área enfartada é tumefeita e vermelha-escura devido a distensão dos capilares por sangue. Tem consistência mais mole. Geralmente após certo tempo torna-se pálida, de consistência mais dura que os tecidos adjacentes com a margem vermelha. Isto é consequência de necrose e da inflamação marginal. Em todos os casos são nitidamente limitados. Os enfartes vermelhos tendem a fazer saliência nos tecidos adjacentes, ao passo que o enfarte anêmico tende a ser ligeiramente deprimido. Os enfartes antigos aparecem claramente como depressão enrugadas na superfície.

5 comentários:

  1. Nelson, como eu disse a Keila, seu Blog é um primor. Excelente, e vai fazer um imenso sucesso e você ficará conhecido a nível internacional não tenho dúvidas. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite,pois perdi um terneiro de 3 dias hoje,pois abri ele e verifiquei o coração dele e me deparei com pontos vermelho mais escuros,e vasos dilatados,tamanho normal,sem pericardite ou algo do gênero,posso afirmar q foi um infarto???

    ResponderExcluir
  3. Amigão, essa foto é minha. Vc podia pelo menos creditá-la, não? E isso é um coração de cão.

    ResponderExcluir