segunda-feira, 16 de maio de 2011

Habronemose cutânea nos equinos


Também denominada esponja ou úlcera de verão. Caracterizada por ferimentos de cicatrização difícil e determinada pelo ciclo de vida errático dos vermes gástrico dos gêneros Habronema spp. Seu ciclo de vida é indireto, usando como vetôres a mosca domésticas ( Musca doméstica ) e a mosca dos estábulos ( Stomoxys calcitrans ). Raramente é fatal. Causam transtornos econômicos, principalmente a habronemose cutânea. Esta enfermidade além da forma cutânea,  apresenta também a forma  gástrica que geralmente é assintomática, a forma conjuntival e a forma pulmonar. A cutânea é a forma da doença que mais se observa nos equinos. Comummente inicia em uma ferida já existente no animal, na maioria das vezes nos membros como mostra as fotografias ao lado. As lesões aparecem nos locais mais comuns de ocorrerem traumatismos e onde o cavalo não consegue remover as moscas. A lesão começa como pequenas pápulas com centro erodido. O desenvolvimento é rápido e as lesões podem atingir 30 cm de diâmetro em poucos meses. No ínicio tem um prurido intenso e isso pode levar ao auto traumatismo. Em seguida temos um granuloma castanho avermelhado não cicatrizante. Mais tarde a lesão pode se tornar fibrosa e inativa, mas  a cicatrização se dá somente no tempo frio, voltando no verão, daí o nome usual de úlcera de verão.

6 comentários:

  1. Meu caro amigo antes de mais nada meus agradecimentos pelo questionamento. Se tem usado muitos medicamentos para feridas abertas, inclusive habronemose que é também ferida aberta, mas a maioria, inclusive a Ketanserina que é a base do medicamento Vulketan, mas com resultados insatisfatórios. Sabe-se que o controle das moscas hospedeiras com suas retiradas com o esterco juntamente a uma terapêutica antielmintica regular pode ajudar a prevenir a Habronemose. Simplificando não se conhece uma terapêutica eficiente para a habronemose cutânea ou também conhecida como úlcera de verão. Obrigado novamente e fique com Deus. Fui...

    ResponderExcluir
  2. Meu caro amigo antes de mais nada meus agradecimentos pelo questionamento. Se tem usado muitos medicamentos para feridas abertas, inclusive habronemose que é também ferida aberta, mas a maioria, inclusive a Ketanserina que é a base do medicamento Vulketan, mas com resultados insatisfatórios. Sabe-se que o controle das moscas hospedeiras com suas retiradas com o esterco juntamente a uma terapêutica antielmintica regular pode ajudar a prevenir a Habronemose. Simplificando não se conhece uma terapêutica eficiente para a habronemose cutânea ou também conhecida como úlcera de verão. Obrigado novamente e fique com Deus. Fui...

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pelo incentivo ao blog e pela dica do tratamento. Todos os conhecimentos que adquirimos são de propriedade coletiva, e você foi muito gentil em fazer disto uma verdade. Felicidades e fique com Deus. Fui...

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde prezado Nelson minha egua esta com uma ferida que teve a infestacao de habronema aparentemente controlada pois nos dias que ela na se cossa o ferimento tem boas melhoras dentro poucas horas mas ela tem ficado muito irritada e volta a abrir a lesao tem alguma sugestao pra diminuir essa irritabilidade?


    Att robson arge

    ResponderExcluir
  5. Meu caro amigo você pode fazer a interferência cirurgica ou a cauterização da granulação excessiva. Fique com Deus. Fui...

    ResponderExcluir
  6. Boa noite amigo, aqui venho comunicar que uma porta minha deu 2 figueira, porem uma estourou,fechou porém está alta e avermelha, o sr tem algum metado para resolver esse problema, pq perguntei na agropecuária,só fizeram quevera figueira indicaram um espray,estou aplicando mais queria um injetável,se puder me esclarecer ficarei agradecido, qualquer coisa pode me mandar jo zap988770834,obrigado

    ResponderExcluir